Karolina Vieira

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) divulgou, na última quarta-feira (31), resolução para criação e realização de uma prova de conhecimentos médicos que vai servir como avaliação da formação de profissionais recém-formados. A resolução foi publicada no Diário Oficial do Estado e já entrou em vigor para que o exame seja realizado anualmente.

O teste vai abranger as áreas essenciais da medicina, com ênfase nos conteúdos básicos considerados imprescindíveis ao bom exercício profissional. A prova será elaborada sob a responsabilidade do Cremego, que poderá contratar professores e/ou instituições competentes para a sua execução.

O presidente do Cremego, Leonardo Reis, ressalta que a prova ainda não é obrigatória, e que em principio é uma maneira de avaliar o ensino aplicado nas instituições de ensino do Estado de Goiás e que também serve para preparar o recém-formado para a prova de residência. “O exame será objetivo, com cem questões de múltipla escolha, e serão considerados aprovados os inscritos que acertarem, pelo menos, 60% das questões”, afirma.

Os resultados individuais dos recém-formados são confidenciais e serão revelados única e exclusivamente aos participantes. As faculdades de medicina receberão um relatório conclusivo de desempenho de seus alunos, por área de conhecimento, sem a identificação pessoal dos participantes.