Karolina Vieira

Com uma área de aproximadamente 739 km², Goiânia possui, de acordo com as estimativas de 2016 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), uma população de 1.448.639 habitantes. A capital do Estado de Goiás é o décimo município mais populoso do Brasil e vem se desenvolvendo ao longo dos anos.

Localizada no centro do seu estado, foi planejada e construída para ser a capital política e administrativa de Goiás sob influência da Marcha para o Oeste, política desenvolvida pelo governo Vargas para acelerar o desenvolvimento e incentivar a ocupação do Centro-Oeste brasileiro. Os estreitos laços de amizade e inteirações políticas entre Pedro Ludovico Teixeira e Vargas contribuíram bastante para essa empreitada. Sofreu um acelerado crescimento populacional desde a década de 1960 e atingiu um milhão de habitantes em 1996. Desde seu início, a sua arquitetura teve influência do Art Déco, que definiu a fisionomia dos primeiros prédios da cidade.

Goiânia é a segunda cidade mais populosa do Centro-Oeste, sendo superada apenas por Brasília. É um importante polo econômico da região. A capital é considerada um centro estratégico para áreas como indústria, agricultura, setor imobiliário e, claro, saúde. A cidade vem se destacando e tornando centro de estudos e referência na medicina. Pessoas do Brasil inteiro buscam tratamentos sofisticados em Goiânia.

Esse cenário favorável foi o que incentivou e consolidou o Órion Business & Health Complex, projeto inovador dos empreendedores GVC Engenharia, FR Incorporadora, Joule Engenharia e Tropical Urbanismo e que hoje é uma referência nacional nos setores de saúde e imobiliário. O gigante, que é atualmente o prédio mais alto do País já concluído com 191,48 metros de altura e 50 pavimentos, terá importância fundamental para a capital e toda a região metropolitana de Goiânia. Com hospital, clínicas, consultórios, salas comerciais, shopping, hotel e terraço gastronômico, o empreendimento vai criar muitos empregos diretos e indiretos e movimentar o turismo e a economia da cidade.

Na última semana, a bandeira nacional com 5,85m altura por 8,35m largura foi hasteada no topo do pináculo e agora pode ser vista a mais de 10 km de distância de vários pontos da cidade. No mesmo dia, o Corpo de Bombeiros realizou um treinamento inédito nas instalações do edifício, simulando uma operação de incêndio e explosão com desmoronamento de laje, resgate e salvamento com cerca de 100 pessoas envolvidas. Com tecnologias de segurança e construção de última geração, o Órion está no nível dos melhores prédios do Brasil.